Brazil Machinery Solutions

Agritechnica 2019: empresas brasileiras têm expectativa de fechar USD 12 milhões em negócios




21 - novembro - 2019

Entre os dias 10 e 16 de novembro, nove empresas brasileiras participaram de uma das maiores feiras do agronegócio de pavilhão fechado do mundo, a Agritechnica. O evento ocorreu na cidade de Hannover, na Alemanha, e gerou para as fabricantes nacionais mais de USD 12 milhões, entre negócios fechados e futuros para os próximos 12 meses.

A participação brasileira contou com o apoio do Programa Brazil Machinery Solutions, resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ). As fabricantes fecharam USD 5,6 milhões de negócios e esperam vender USD 7,2 milhões adicionais no próximo ano, a partir dos contatos que tiveram com clientes do mundo inteiro.

O evento bienal reuniu os maiores players do agronegócio mundial. Os 2.820 expositores participantes da feira tiveram a oportunidade de apresentar seus produtos de inovação para mais de 450 mil visitantes. As negociações brasileiras ocorreram com compradores da Ucrânia, Rússia, Alemanha, Polônia, Portugal, Rep. Tcheca, Lituânia, Austrália, Irlanda, Bulgária, Hungria, África do Sul, Filipinas, India, França, China, Uzbequistão e Espanha.

As empresas brasileiras que participaram da Agritechnica são: TMSA, Tramontina, Magnojet, Vence Tudo, Indústrias Colombo, Stara,  Menta, Saur e J.Assy.

“Os bons resultados em um evento do porte da Agritechnica fazem com que nossas empresas se sintam seguras para investir ainda mais em suas operações de exportação. A internacionalização da indústria brasileira de máquinas e equipamentos para esse setor vem se consolidando ano a ano e, por isso, o apoio do BMS em ações como essa é tão importante para aumentar a competitividade das nossas empresas no mercado externo”, comenta a diretora executiva de mercado externo da ABIMAQ e gerente do Programa BMS, Patrícia Gomes.

A gerente ressalta que o Programa BMS tem priorizado eventos que possibilitem negócios e fortalecimento de uma rede de contatos com importadores, para que empresas cada vez mais busquem sua inserção no mercado internacional.

A Câmara Setorial de Máquinas e Implementos Agrícolas somada à Câmara de Equipamentos para Irrigação formam uma das maiores frentes de exportações de máquinas e equipamentos do Brasil. Em 2018, elas movimentaram mais de US$ 870 milhões em transações internacionais. Entre os principais compradores das fabricantes do agronegócio brasileiro, podemos destacar a Argentina, Paraguai, Bolívia, Estados Unidos e Tailândia.

Sobre a Apex-Brasil – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Agência realiza ações diversificadas de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, e visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Mais informações http://www.apexbrasil.com.br.

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1945, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações:
http://www.abimaq.org.br.

Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions – Resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa a promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico de forma sustentável, com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente mais de 400 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Em 2018, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 159 países. Para associar-se ao Programa e para mais informações, acesse:
http://www.brazilmachinery.com.